Lakewood D-32

Steel-string Guitar

  • Dreadnought
  • Top: Solid European AAA spruce
  • Back and sides: Solid rosewood
  • Neck: Mahogany, one-piece, silk-matte
  • Fretboard: Ebony
  • 20 Frets
  • Scale: 650 mm
  • Nut width: 44 mm
  • Finish: Natural high-gloss
  • Incl. case (Lakewood Hiscox hardcase)
No JavaScript? No Audio Samples! :-(

Exemplos de som

 
0:00
  • Country
  • Picking
  • Strumming

Informações adicionais

Top Spruce
Back and Sides Rosewood
Cutaway No
Fretboard Ebony
Nut width in mm 44,00 mm
Frets 20
Pickups No
Colour Natural
Case Yes
Incl. Gigbag No
3 Classificações de clientes:
  • 5
  • 4
  • 3
  • 2
  • 1
5 / 5.0
  • características
  • som
  • acabamento
Comentários para este artigo estão ainda apenas disponíveis noutra língua
2 classificações escritas
gb Traduzido automaticamente (Mostrar original)
gbReview original (Mostrar tradução)
Infelizmente ocorreu um erro. Por favor tente novamente mais tarde.
Total
características
som
acabamento

Beautiful Guitar

GF. Big, 17.05.2014
The Lakewood D-32 is a stunningly beautiful guitar. Everything was immaculate. However, I found the sound to be a bit less than what I hoped for, especially the bass response. I found the tone not terribly different from my Lakewood M-32, so I could not justify the expense, as I was seeking to add a guitar to my collection that contrasted in tone with my other instruments. For this contrast, I am going to require a Martin, and am replacing this Lakewood with a Martin D-28. However, I would recommend this guitar to anyone who wants a lovely dreadnought with a very balanced tone. I just wanted more 'OOOMPH' in a dreadnought. Your mileage may vary.
Útil · Não útil · Reportar a crítica
Denunciar classificação…

Acredita que esta classificação seja por alguma razão imprecisa ou incaceitável?

Reportar
de Traduzido automaticamente (Mostrar original)
deReview original (Mostrar tradução)
Infelizmente ocorreu um erro. Por favor tente novamente mais tarde.
Total
características
som
acabamento

Classe Universal guitarra tanto en fr fingerpicking, dedilhando / escolhendo Plano!

Mikelander, 30.06.2013
Martin D-28, Martin HD-28, Lakewood D-31, Lakewood D-32, Lakewood M-32 (und verschiedene Taylors).

Die fünf zuerst genannten hatten die gleichen edlen Zutaten, die mir wichtig waren: Massive Fichtendecke, Boden und Zargen aus massivem indischen Palisander, Ebenholz-Griffbrett. Umso erstaunter war ich, wie unterschiedlich das Ergebnis bei fast gleichen Bestandteilen ausgefallen ist.

Die Martin D-28 und die Lakewood D-31 sind zuerst ausgeschieden. Weil der Händler separate kleine Räume zum Anspielen der Instrumente bot, konnte ich über eine Stunde die Martin HD-28, sowie die Lakewood D-32 und die Lakewood M-32 testen. Ich muss zugeben, dass mir die Entscheidung auch nach einer Stunde nicht leicht gefallen ist, denn alle drei sind tolle Instrumente. Die Taylors (Modelle weiß ich nicht mehr) waren keine Alternative, was vielleicht daran lag, dass sie einen Mahagoni-Korpus hatten.

Als ich - ohne Kauf - nach Hause ging, meinte ich, die Entscheidung auf D-32 (mir vertraute Dreadnought-Form, die mir gut gefällt, gleichermaßen Bässe, Mitten und Höhen) vs. M-32 (gefühlt etwas stärkere Bässe und Höhen, weniger Mitten, 2mm breiteres Griffbrett) reduziert zu haben.

Letztlich habe ich die vertraute Dreadnought-Form (Lakewood D-32) bestellt.

Pro:
- perfekte Verarbeitung
- klasse Bespielbarkeit/optimale Seitenlage
- ganz eigener, "transparent-perlender" Klang (kann es nicht besser beschreiben; einfach mal Ulli Bögershausen auf guter Anlage hören)
- von Bässen über Mitten zu Höhen beindruckende, gleichmässige Lautstärke ohne einzelne Klangbereiche übermässig zu betonen
- langes Sustain (Vollholz-Kombination Fichte/Palisander kommt wohl zum Tragen)
- riecht toll, sinnliche Erfahrung (massives Palisander riecht würzig!)
- super stimmbar und sehr stimmstabil (Schaller Mechaniken!)
- extrem stabiler, maßgenauer Hiscox-Koffer (wahrscheinlich mit der beste Koffer, den es zur Zeit gibt)
- made in Germany (Qualität und deutsche Arbeitsplätze!)
- 10 Jahre Garantie
- ab Werk mit 0,12er Elixir-Seiten ausgestattet
- der Korpus ist zwar etwas kleiner als bei Standard-Dreadnoughts (Martin, Cort, ...), aber die Lautstärke ist dennoch von vergleichbarer Durchsetzungsfähigkeit

Contra:
- sehr großer Lakewood-Schriftzug auf dem Koffer; stört mich nicht wirklich, erhöht aber vielleicht die Diebstahlgefahr, wenn Lakewood noch etwas bekannter ist
- goldfarbene Mechaniken sind mir eigentlich zu viel "Bling", passen aber dennoch zu dem Gesamtbild

Nach langem hin und her-Überlegen und Testen, wollte ich mich doch für die M-32 entscheiden, auch wenn die Grand Concert-Form mir weniger vertraut ist, als die Dreadnought-Form. Hintergrund ist, dass mir das um zwei mm breitere Griffbrett der M-32 noch einen Tick besser gefällt für Fingerpicking. Hätte mir zwar im Lakewood Custom-Shop auch eine D-32 mit breiterem Griffbrett zusammenstellen können, wollte aber nicht noch einige Monate auf die neue Gitarre warten. Mittlerweile habe ich mich aber wieder umentschieden und behalte die doch D-32, da ich mit der Griffbrettbreite eigentlich gut klar komme und mich von dem Instrument nicht mehr trennen möchte. Wenn die D-32 hinreichend gut eingespielt ist und es mein spielerisches Können in meinen Augen rechtfertigt (d.h. ich z.B. die anspruchsvolleren Stücke von Ulli Bögershausen oder Peter Autschbach spielen kann), werde ich mir vermutlich als Belohnung noch eine M-32 oder M32-CP (vielleicht auch als Custom-Modell) zulegen.

Die Lakewood D-32 (auch die M-32) ist für mich eine universelle Gitarre("Allzweckwaffe") für Fingerpicking wie Strumming/Flatpicking. Klang ist immer eine Geschmacksache, aber man sollte, wenn man eine Gitarre in der Preisklasse ab 1.400 EUR sucht, Lakewood auf jeden Fall eine Chance geben. Der Klang der Natural-Serie (z.B. D-31) hat mich nicht ganz so angesprochen (der Klang von mehr Lack auf dem Korpus entspricht wohl überraschendeweise mehr meinem Geschmack), aber die Deluxe-Serie, zu der die D-32 und die M-32 gehören, hat mich sofort begeistert.

Geschmack ist aber immer subjektiv und ich muss zugeben, dass ich zur Zeit viel Musik von Sunga Jung und Ulli Bögershausen höre, was vielleicht mein "Klangempfinden" beeinflusst." data-mt-lang="pt-x-mtfrom-de" data-translated="Seis meses atrás eu não sabia que há Lakewood. Três meses atrás eu segurei Lakewood por outra marca americana ou canadense. <br><br> Então, de uma forma indireta (vídeos do YouTube de Sunga Jung e Ulli Bögershausen, imagens na Internet) I pousou no site da Lakewood e descobri que ele fez de alta qualidade ainda cordas de aço acessíveis guitarras estão na Alemanha. <br><br> Um mês atrás, eu, em seguida, à procura de uma guitarra para me acompanhar até o fim da vida, mesmo que o meu atual nível de habilidade (em vez "jogo de fraqueza" ou dizemos "potencial de crescimento existente"), vários excede por um concessionário na minha área guitarra aludiu: <br> Martin D-28, Martin HD-28, Lakewood D-31, D-32 Lakewood, Lakewood M-32 (e vários Taylor). <br><br> Os cinco tinham mencionado pela primeira vez os mesmos ingredientes finos que eram importantes para mim: sólida abeto topo, traseira e laterais de jacarandá indiano sólida, ébano fingerboard. O mais surpreso que eu era, quão diferente o resultado é baixo em quase os mesmos componentes. <br><br> O Martin D-28 e o Lakewood D-31 são primeiro eliminado. Porque o concessionário ofereceu pequenas salas separadas para tocar os instrumentos, eu poderia testar mais de uma hora, o Martin HD-28, bem como a Lakewood D-32 ea Lakewood M-32. Devo admitir que minha decisão não foi fácil, mesmo depois de uma hora, porque todos os três são grandes instrumentos. Os Taylors (Modelos não me lembro) não teve outra alternativa, que talvez foi porque eles tinham um corpo de mogno. <br><br> Quando eu - nenhuma compra - foi para casa, eu disse que a decisão de D-32 (para mim que me agrada forma Dreadnought bem familiarizado, igualmente graves, médios e agudos) vs. M-32 ter (sentiu um pouco mais forte graves e agudos, médios menos, 2mm braço mais largo) reduzida. <br><br> Em última análise, que ordenou a aço-forma familiar (Lakewood D-32). <br><br> Pro: <br> - obra mais perfeita <br> - capacidade de reprodução classe / posição lateral ideal <br> - todos os seus próprios, "transparente espumante" de som (não pode descrevê-lo melhor, apenas uma vez Ulli Bögershausen ouvir boa condicionado) <br> para enfatizar a baixo em meio a alturas impressionantes, o volume uniforme, sem áreas individuais de som excessivamente - <br> - longo sustentar (sólido combinação madeira de abeto / pau-rosa, provavelmente, entra em jogo) <br> - cheira grande experiência, sensorial (pau-rosa sólido cheiro picante!) <br> - super ajustável e muito em sintonia (sintonizadores Schaller!) <br> -, caso extremamente estável dimensionalmente precisas Hiscox (provavelmente o melhor caso, que está disponível no momento) <br> - made in Germany (qualidade e empregos alemão!) <br> - garantia de 10 anos <br> - fábrica equipado com 0,12er páginas Elixir <br> - o corpo é um pouco menor do que Dreadnoughts padrão (Martin, Cort, ...), mas o volume ainda é de assertividade comparável <br><br> contras: <br> - enorme lettering Lakewood no tronco; Eu não me importo muito, mas talvez aumenta o risco de roubo quando Lakewood é algo conhecido <br> - sintonizadores de ouro são realmente me muito "bling", mas se encaixam o quadro geral <br><br> Depois de muita e para trás-reflexão e testes, eu queria optar pela M-32, mesmo se o Grand Concert moldar-me menos familiar do que o Dreadnought me moldar ainda. O fundo é que os meus dois mais amplo fingerboard mm do M-32 apenas um pouquinho como melhor para dedilhar. Teria gostado, embora em Lakewood Custom Shop também pode compilar D-32 com braço mais largo, mas não queria esperar alguns meses para a nova guitarra. mas agora eu mudei de idéia novamente e manter o mas D-32, porque eu realmente bem pode lidar com a largura do fingerboard e não quero me separar do instrumento. Se o D-32 é suficientemente bem estabelecida e é minha habilidades de jogo para justificar nos meus olhos (que eu possa, por exemplo, jogar com as peças mais exigentes de Ulli Bögershausen e Peter Autschbach), eu vou, provavelmente, como recompensa, nem uma M32 ou M32-CP (talvez como um modelo personalizado) para baixo. <br><br> O Lakewood D-32 (também M-32) é uma guitarra universal ( "todos os fins") para Fingerpicking como dedilhar / pegando plana para mim. O som é sempre uma questão de gosto, mas você deve, se você está procurando uma guitarra na faixa de preço de 1.400 euros, dando Lakewood definitivamente uma chance. O som da série Natural (por exemplo, D-31) me fez não requerida (o som de mais tinta sobre o corpo corresponde mais surpreendente quanto mais o meu gosto), mas a série de luxo à D-32 ea M -32 incluem, impressionou-me imediatamente. <br><br> Mas gosto é sempre subjetiva e eu devo admitir que eu ouvir um monte de música de Sunga Jung e Ulli Bögershausen no momento, talvez influenciado a minha "percepção do som"." > Seis meses atrás eu não sabia que há Lakewood. Três meses atrás eu segurei Lakewood por outra marca americana ou canadense.

Então, de uma forma indireta (vídeos do YouTube de Sunga Jung e Ulli Bögershausen, imagens na Internet) I pousou no site da Lakewood e descobri que ele fez de alta qualidade ainda cordas de aço acessíveis guitarras estão na Alemanha.

Um mês atrás, eu, em seguida, à procura de uma guitarra para me acompanhar até o fim da vida, mesmo que o meu atual nível de habilidade (em vez "jogo de fraqueza" ou dizemos "potencial de crescimento existente"), vários excede por um concessionário na minha área guitarra aludiu:
Martin D-28, Martin HD-28, Lakewood D-31, D-32 Lakewood, Lakewood M-32 (e vários Taylor).

Os cinco tinham mencionado pela primeira vez os mesmos ingredientes finos que eram importantes para mim: sólida abeto topo, traseira e laterais de jacarandá indiano sólida, ébano fingerboard. O mais surpreso que eu era, quão diferente o resultado é baixo em quase os mesmos componentes.

O Martin D-28 e o Lakewood D-31 são primeiro eliminado. Porque o concessionário ofereceu pequenas salas separadas para tocar os instrumentos, eu poderia testar mais de uma hora, o Martin HD-28, bem como a Lakewood D-32 ea Lakewood M-32. Devo admitir que minha decisão não foi fácil, mesmo depois de uma hora, porque todos os três são grandes instrumentos. Os Taylors (Modelos não me lembro) não teve outra alternativa, que talvez foi porque eles tinham um corpo de mogno.

Quando eu - nenhuma compra - foi para casa, eu disse que a decisão de D-32 (para mim que me agrada forma Dreadnought bem familiarizado, igualmente graves, médios e agudos) vs. M-32 ter (sentiu um pouco mais forte graves e agudos, médios menos, 2mm braço mais largo) reduzida.

Em última análise, que ordenou a aço-forma familiar (Lakewood D-32).

Pro:
- obra mais perfeita
- capacidade de reprodução classe / posição lateral ideal
- todos os seus próprios, "transparente espumante" de som (não pode descrevê-lo melhor, apenas uma vez Ulli Bögershausen ouvir boa condicionado)
para enfatizar a baixo em meio a alturas impressionantes, o volume uniforme, sem áreas individuais de som excessivamente -
- longo sustentar (sólido combinação madeira de abeto / pau-rosa, provavelmente, entra em jogo)
- cheira grande experiência, sensorial (pau-rosa sólido cheiro picante!)
- super ajustável e muito em sintonia (sintonizadores Schaller!)
-, caso extremamente estável dimensionalmente precisas Hiscox (provavelmente o melhor caso, que está disponível no momento)
- made in Germany (qualidade e empregos alemão!)
- garantia de 10 anos
- fábrica equipado com 0,12er páginas Elixir
- o corpo é um pouco menor do que Dreadnoughts padrão (Martin, Cort, ...), mas o volume ainda é de assertividade comparável

contras:
- enorme lettering Lakewood no tronco; Eu não me importo muito, mas talvez aumenta o risco de roubo quando Lakewood é algo conhecido
- sintonizadores de ouro são realmente me muito "bling", mas se encaixam o quadro geral

Depois de muita e para trás-reflexão e testes, eu queria optar pela M-32, mesmo se o Grand Concert moldar-me menos familiar do que o Dreadnought me moldar ainda. O fundo é que os meus dois mais amplo fingerboard mm do M-32 apenas um pouquinho como melhor para dedilhar. Teria gostado, embora em Lakewood Custom Shop também pode compilar D-32 com braço mais largo, mas não queria esperar alguns meses para a nova guitarra. mas agora eu mudei de idéia novamente e manter o mas D-32, porque eu realmente bem pode lidar com a largura do fingerboard e não quero me separar do instrumento. Se o D-32 é suficientemente bem estabelecida e é minha habilidades de jogo para justificar nos meus olhos (que eu possa, por exemplo, jogar com as peças mais exigentes de Ulli Bögershausen e Peter Autschbach), eu vou, provavelmente, como recompensa, nem uma M32 ou M32-CP (talvez como um modelo personalizado) para baixo.

O Lakewood D-32 (também M-32) é uma guitarra universal ( "todos os fins") para Fingerpicking como dedilhar / pegando plana para mim. O som é sempre uma questão de gosto, mas você deve, se você está procurando uma guitarra na faixa de preço de 1.400 euros, dando Lakewood definitivamente uma chance. O som da série Natural (por exemplo, D-31) me fez não requerida (o som de mais tinta sobre o corpo corresponde mais surpreendente quanto mais o meu gosto), mas a série de luxo à D-32 ea M -32 incluem, impressionou-me imediatamente.

Mas gosto é sempre subjetiva e eu devo admitir que eu ouvir um monte de música de Sunga Jung e Ulli Bögershausen no momento, talvez influenciado a minha "percepção do som".
Útil · Não útil · Reportar a crítica
Denunciar classificação…

Acredita que esta classificação seja por alguma razão imprecisa ou incaceitável?

Reportar
Mostrar variações deste produto
Lakewood D-32
(3)
Lakewood D-32
Para o artigo
€ 1.950

Steel-string Guitar Dreadnought, Top: Solid European AAA spruce, Back and sides: Solid rosewood, Neck: Mahogany, one-piece, silk-matte, Fretboard: Ebony, 20 Frets, Scale: 650 mm, Nut width: 44 mm,...

Lakewood D-32 CP
Lakewood D-32 CP
Para o artigo
€ 2.599

Steel-String Guitar Dreadnought, Round cutaway, Solid European AAA spruce top, Back & sides: Solid rosewood (Dalbergia latifolia), Rosewood headstock (Dalbergia latifolia), Rosewood sound hole...

€ 1.950
Envio gratuito, IVA incluído
Disponível em 5-6 semanas
Disponível em 5-6 semanas

É previsível que este artigo entre brevemente e stock e o despacho poderá ser feito de imediato.

Informações sobre o envio
Notificação sobre a CITES
Este produto contém materiais sujeitos à convenção CITES para a proteção de espécies em vias de extinção. Para ler
Partilhe este produto
O seu contacto
Tel: +49-9546-9223-20
Fax: +49-9546-9223-24
Guias online
Acoustic Guitars
Acoustic Guitars
The steel-strung acoustic guitar has a range of sounds that are unmistakeable and not easily replicated with any other type of guitar.
Guias online
Guitar Setups
Guitar Setups
The range of available guitars and amps has never been greater than it is today, and a huge variety of sounds are easily accessible.
 
 
 
 
 
Resultado do teste:
Todos os preços são apresentados com IVA português, à taxa em vigor e válidos até ruptura do stock. Os portes de envio para Portugal continental têm o valor de 20,-EUR. Para encomendas de valor igual ou superior a 199,-EUR os portes de envio serão gratuitos. Para mais informações sobre o envio e entregas para outros locais, por favor clique aqui. Não assumimos responsabilidade por eventuais erros tipográficos ou informação imprecisa de qualquer tipo. *UVP = Preço de venda recomendado pelo fabricante / distribuidor para venda na Alemanha.
(1)
Vistos recentemente
Tascam Model 24

22-Channel Analogue Mixer with Recorder 22 Channels - 12x mono and 5x stereo, Integrated 24 track recorder, Recording on SD card with maximum 24 Bit / 48 kHz, Simultaneous playback of 22 tracks possible, Function as 24 channel USB...

Para o artigo
€ 999
Vistos recentemente
KRK RP5 RoKit G3 White Noise

Active Monitor  5" Glass aramid woofer, 1" Textile tweeter, 50 watts, Class A-B amplifier: LF30 Watt HF 20 Watt, Frequency range: 45 Hz - 35 kHz, Input: RCA, XLR and 6.3mm jack, Magnetically shielded, Auto Standby, Dimensions: 185 x...

Para o artigo
€ 129
(9)
Vistos recentemente
PRS MT 15 Amp

Amp Head for Electric Guitar Mark Tremonti (Alter Bridge) Signature Model, 2 Channels: Clean and Gain, Power: 15 W - reducible to 7 W., Preamp tubes: 6x JJ EC83S, Power tubes: 2x JJ 6L6GCMS, Gain in the gain channel:...

Para o artigo
€ 544
Vistos recentemente
Kala Journeyman U-Bass Matte Black

Acoustic-Electric U-bass Venetian cutaway, Mahogany top, Mahogany sides and back, Cream binding, Mahogany neck, Black walnut fretboard, 16 Nickel silver frets, Scale: 518 mm, Black walnut bridge, Plastic nut, Custom Black Diecast machine heads, Piezo pickup with UK-500B electronics,...

Para o artigo
€ 274
Vistos recentemente
Sennheiser XSW-D Instrument Base Set

Digital Radio Link Basic set for instruments with jack coupling, XSW-D transmitter with 6.3 mm jack, XSW-D receiver with 6.3 mm jack, Incl. belt clip, 6.3 mm jack cable and charging cable USB-A to USB-C

Para o artigo
€ 299
Vistos recentemente
ADJ Startec Rayzer

ADJ Startec Rayzer 2 Party effects in one device, Red, green and blue laser beams for effects in space, Appealing integrated shows with colour wash effects and laser patterns, RGB cluster (3-IN-1) with SMD LEDs for an intense, rich...

Para o artigo
€ 181
(2)
Vistos recentemente
the t.racks DSP 4x4 Mini

the t.racks DSP 4x4 Mini, ultra compact 4-channel DSP, inputs 4x 6.3 mm jack (balanced), ouputs 4x 6.3 mm jack (balanced), USB port for setup and programming, external power supply 12 V DC (positive on inside Contact), dimensions 160 x...

Para o artigo
€ 80
Vistos recentemente
tc electronic TC8210-DT

Reverb Plug-In with Desktop Remote Control 8 High-quality tc reverb algorithms: TC Reverb, Ambient, Room, Plate, Spring, Live, Club, Box, All important parameters directly accessible via remote control, Editable parameters: Colour, Modulation, Decay Time, Pre Delay, Early Reflections /...

Para o artigo
€ 102
(2)
Vistos recentemente
Fender Kingman Bass V2 JTB

Acoustic Bass California series, Type: Concert with cutaway, Top: Solid spruce, Back & sides: Mahogany, Scalloped X-bracing, Neck: Mahogany, Fretboard: Walnut, 20 Frets, Block fretboard inlays, Graph Tech NuBone saddle, Nut width: 38.1 mm, Scale: 770 mm, Open machine...

Para o artigo
€ 499
(1)
Vistos recentemente
Harley Benton Delta Blues T

Western Guitar Body shape: Travel Size, Vintage-style, Mahogany body with quarter-sawn tapered spruce-bracing, Dovetail construction, Mahogany neck, Blackwood fretboard, Scale: 580 mm, Nut width: 43 mm, Dot fretboard inlays, 22 Frets, ABS nut, Black / green abalone rosette, Blackwood...

Para o artigo
€ 64
Vistos recentemente
LD Systems U308 BPH

UHF Radio System with Bodypack and Headset Radio frequency band: 823-832 MHz and 863-865 MHz, 12 Selectable channels, Up to 6 systems can be used simultaneously, Transmitter power: 10 mW, ASC Infrared synchronization of transmitter and receiver, Squelch with...

Para o artigo
€ 199
Vistos recentemente
tc electronic TC1210-DT

Plug-In with Desktop Remote Simulation of the well-known TC 1210 "Spatial Expander + Stereo Chorus / Flanger" as a plug-in, Exceptional and musical stereo modulation effects such as chorus, flanger, vibrato or stereo base broadening, 5-Level level meters for...

Para o artigo
€ 155
Feedback Encontrou um erro ou pretende dar-nos a sua opinião sobre esta página?

Estamos ansiosos pelo seu contacto e ajudaremos na resolução de qualquer problema o mais rápidamente que pudermos

Por favor deixe um comentário. Por favor introduza o seu endereço de email.